Substituir refeição por shake pode fazer mal para o corpo

Por não carregar todos os nutrientes necessários, as bebidas não abastecem os músculos e podem levar até a casos de anemia

Publicado em 24/10/2016

Grande é o engano de quem acredita que um copão de algum shake milagroso visto na TV vai ser capaz de substituir uma refeição e queimar gordura. Segundo a nutricionista da Unifesp, Eliana Cristina de Almeida, a base de leite que compõe os shakes é sim muito boa para o corpo humano, mas os nutrientes contidos no líquido não chegam nem perto da eficiência da alimentação balanceada.

A economia em calorias ingeridas é válida na teoria, mas na prática pode deixar o corpo fraco, com imunidade baixa e até anêmico. Tomar o shake é válido, mas como complemento e não refeição, então programe dois ou três momentos durante o dia para tomá-lo, sem esquecer do café ao acordar, almoço e jantar no fim do dia.

Por não gerar energia suficiente para os músculos, o corpo pode ficar bem debilitado se for exposto a uma rotina de treinos como a de quem se alimenta como deve. Com isso, é queimada toda a reserva energética, até que a carne magra seja a única opção, justamente o contrário do objetivo de quem quer perder peso de forma saudável.

Saiba que perder peso de forma inapropriada não é muito eficaz, pois a chance daqueles quilinhos voltarem rapidamente depois são bem maiores.

Foto: Divulgação