Para você, o forno microondas tem futuro?

Para o engenheiro Mark Rober, o equipamento ainda tem muitos benefícios a serem apresentados

Publicado em 10/09/2015

Já publicamos aqui no Tudo Microondas uma porção de dicas sobre o que pode ser preparado no microondas e o que não pode, principalmente truques para deixar o alimento preparado no equipamento mais saboroso e crocante. Mas muitas pessoas que se adaptaram a equipamentos eletrônicos modernos de preparo específico, como a fritadeira sem óleo, panela de pressão e de arroz elétricas, hoje deixam de lado o microondas.

Mas para o engenheiro Mark Rober, o forno tem potencial para acompanhar as novas tendências do mercado facilmente e mostrar a verdadeira importância de continuar mantendo um equipamento desse em casa. Primeiro: o problema não está em um forno que transforma uma batata frita crocante e sequinha em uma batata encharcada de óleo e murcha, mas sim nas pessoas que mesmo após anos e diante de todas as facilidades que os fornos trazem atualmente, ainda não aprenderam a programar o equipamento para que o alimento seja preparado de maneira adequada.

Para que alguém realmente dê voz ao engenheiro, Mark resolveu fazer um abaixo-assinado afim de convencer as empresas de que vale a pena desenvolver um microondas que mostre a temperatura do alimento que está sendo preparado. De modo simples, assim que a pessoa colocasse o alimento para aquecer no microondas, a temperatura na qual ele está sendo aquecido seria exibida na tela, alterando as cores que indicam os pontos do alimentos.

Além disso, Mark pensa também em desenvolver um aplicativo para que seja exibido o preparo do alimento na tela do smartphone ou tablet.

Confira o vídeo em que o engenheiro prova porque seu abaixo assinado faz sentido.