Estudos mostram que a salsicha faz você viver menos

Pelo fato de ser processado, o alimento pode ser prejudicial ao corpo, além de reduzir sua vida em 15 minutos

Publicado em 23/09/2016

A maioria das pessoas não conseguem resistir a um hot-dog. No entanto, seu principal componente vem sendo apontado como um grande vilão da alimentação. De acordo com estudos feitos pela British Medical Journal, a cada uma salsicha ingerida a vida pode ser reduzida em 15 minutos. 

O problema está na forma como ela é produzida. O alimento é submetido por diversos processos artificiais até chegar ao mercado. O sabor é dado pelo método de defumação, e por conta disso sua conservação dura muito mais tempo.  

Ainda de acordo com a pesquisa, não foi desvendado o mistério, mas pesquisadores acreditam que os compostos da salsicha podem danificar a estrutura do DNA das células, resultando em uma mutação e fazendo com que ela cresça. Além disso, toda carne vermelha também contém um pigmento chamado “haems”, que, uma vez no intestino, pode ser dividido para formar compostos nitrosos, os quais são conhecidos como os causadores do câncer.

Esse mesmo estudo também mostra que o café, ao contrário da salsicha, pode aumentar a perspectiva de vida em um ano ou mais, se ingerido de 2 a 3 xícaras por dia.

Foto: Divulgação